+55-21-2622-1993

/

+55-21-99290-4251

whatsapp-transparente.png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn

Clique aqui para receber nossas notícias e promoções

Umidade em parede



Sua casa já apresentou umidade nas paredes? Se sim, você conhece os danos que ela pode causar à estrutura da sua residência e até mesmo à sua saúde? Umidade e infiltrações podem atrair fungos, mofo e bolor, organismos vivos que comprometem bastante a qualidade de vida dos moradores, provocando diversos problemas respiratórios e alergias. Mas você sabe o que pode levar a umidade nas paredes? Sabe como evitar?


Aprenda a diferenciar os diferentes tipos de umidade, para saber a forma mais eficaz de combatê-la:


1) Umidade ascendente:


Este tipo de umidade apresenta-se sob a forma de manchas interiores ou exteriores. No interior poderá levar a mancha na parede, desprendimento do reboco, rachaduras ou bolhas na pintura, se houver papel de parede ele pode se descolar ou ainda aparecerem bolores. No exterior pode apresentar-se sob a forma de musgo. Este tipo de umidade afeta, normalmente, toda a largura da parede, com uma altura entre 50 a 120 centímetros. Seu aparecimento pode acontecer durante todo o ano, mas em diferentes proporções, aumentando a ocorrência com o aparecimento das chuvas.


Como solucionar? As técnicas mais eficazes contra a umidade ascendente são: instalação de uma barreira de impermeabilização, revestimento com rebocos de drenagem ou a injeção de um produto hidrófugo.



2) Umidade pela batida de chuva:


Este tipo de umidade apresenta-se, nas paredes exteriores, por eflorescências brancas, tijolos com rachaduras, fissuras, juntas danificadas, etc. Pode afetar tanto na parte exterior quanto na interior das paredes externas, principalmente no lado mais exposto ao vento. Seu aparecimento é mais intenso durante ou depois de chuvadas fortes ou contínuas.


Como solucionar: Primeiro, comece pelo telhado, verificando se todas as telhas estão em bom estado, verificar se existem buracos, se toda a estrutura que o sustenta está em bom estado e se não existem juntas partidas. Verifique, ainda, fissuras nas fachadas, reparando-os caso existam. Se o problema estiver nas paredes mais expostas, proteja a parede das umidades, pintando-a e isolando-a com argamassa especial com propriedades hidrófugas, ou então, faça um revestimento com pedra, ou ainda poderá isolá-la com um hidrófugo transparente (verifique o bom estado da superfície antes de instalar este tipo de produto).


3) Umidade originada por fugas na canalização:


A umidade causada por fugas e defeitos na canalização, apresenta-se por círculos úmidos ou por bolores. As áreas afetadas estão próximas a canos ou aparelhos sanitários.


Como solucionar: Depois de localizarmos a fuga, terá que ser realizado um trabalho nas canalizações. Recomendamos que contrate um técnico especializado para resolver o problema, porque não é de fácil resolução.


4) Umidade por condensação:


Nesse caso são visualizadas manchas com aspecto irregular, que poderá apresentar-se sob a forma de bolor. Outra característica deste tipo de umidade é que podemos verificar os vidros próximos regularmente embaçados durante grande parte do tempo. Este tipo de umidade aparece com mais frequência em locais muito frios, durante as estações de chuva e frio.


Como solucionar: Tentar reduzir o vapor: Use dispositivos para reduzir a umidade em armários e nas zonas de maior condensação. Melhore o arejamento e ventilação dos cômodos, por meio de ventiladores ou por manter as janelas abertas sempre que possível.

46 visualizações