Qual é a importância dos arremates na impermeabilização?


Imagine acordar no meio de uma noite chuvosa e perceber que a água não está caindo só do lado de fora. Isso seria muito ruim, não é verdade?


Muitas vezes, os problemas de infiltrações nas edificações estão relacionados à falta de capricho ou até mesmo conhecimento na execução do sistema de impermeabilização.

Quem já teve problemas com infiltração, mofo e goteiras sabe que estar num ambiente assim não é nada agradável e muito menos saudável.


Mas, qual é a ligação das infiltrações indesejadas e os arremates?

Tem tudo a ver! Os arremates muitas vezes são negligenciados, porém, são pontos que devem ser executados também com procedimentos adequados e por mão-de-obra qualificada. São fundamentais para um resultado de excelência do sistema de impermeabilização, nunca podemos considerá-los como soluções de última hora, pois sempre serão os pontos mais vulneráveis as infiltrações devido à complexidade da execução, por isso merecem toda a atenção. Os mais comuns são os arremates de cantos, bases, tubos emergentes, ralos, rodapés e sobreposições, mas devemos ter atenção redobrada nos arremates dos detalhes específicos que estão ligados as especificidades de cada obra. Podemos seguir à risca todas as etapas recomendadas na execução de uma impermeabilização como; limpeza da superfície, regularização, caimentos mínimos, etapas de aplicação e proteção mecânica. Mas, se não tivermos cuidado na hora dos “detalhes”, ou seja, nos arremates, de nada vai valer todo o serviço executado.


Por que podemos afirmar isso?

Usaremos uma caixa d’água como exemplo: o que vai acontecer se fizermos toda a instalação hidráulica de uma caixa d’água e não utilizarmos cola nas conexões e borracha de vedação nos flanges? É só colocarmos a caixa para uso que vamos descobrir da pior forma, tendo que consertar os diversos vazamentos!

Com os arremates da impermeabilização acontece a mesma coisa, quando deixamos de dar a atenção devida, comprometemos a eficiência da camada impermeável e temos que sair consertando. O pior é que muitas vezes o vazamento está sob acabamentos caríssimos!

Se você não quer perder tempo com refazimentos e nem ter prejuízos desnecessários, ‘’fica a dica’’;

Trabalhe com tempo exequível, pois na pressa podemos acabar deixando de lado esses detalhes tão importantes, eles vão garantir que você tenha uma área estanque e protegida contra a ação deletéria da água.

Fonte: https://www.denverimper.com.br/conteudo-tecnico/novidades/fica-a-dica/arremates

3 visualizações0 comentário