Quais são as vantagens de realizar a impermeabilização de coberturas?


Em edificações, a aplicação de impermeabilizantes em todas as áreas que têm contato com água é importante. Porém, a ação de intempéries, como chuva, sol e ventos frequentes, fazem com que a impermeabilização de coberturas e lajes, por exemplo, seja indispensável e os cuidados sejam maiores.


Nesses casos, se a impermeabilização não for feita ou não for planejada corretamente, graves problemas de infiltração, corrosão e desprendimento de revestimentos podem surgir.


Esses problemas são sérios tanto em edifícios comerciais e residenciais como também em obras industriais.


Em comércios, como shoppings, mercados e indústrias no geral, os prejuízos são maiores. Manifestações patológicas como a infiltração podem atingir a rede elétrica e equipamentos, podendo paralisar maquinários importantes para a produção. Já em edifícios, as infiltrações pela cobertura podem atingir apartamentos e causar grande transtorno aos moradores.


Por isso, a impermeabilização de laje e coberturas deve ser feita com cuidado e com materiais próprios para esses locais. Como elas possuem características particulares, todas essas especificidades devem ser consideradas no momento da escolha e da instalação do sistema impermeabilizante.


Quais são os benefícios em realizar a impermeabilização de coberturas?


Quando a impermeabilização é bem feita, garantimos longos períodos sem necessidade de troca do sistema, evitando intervenções em curtos período de tempo. Além disso a umidade, assim como o aparecimento de fungos, bolores e manchas podem ser evitados com um sistema de impermeabilização adequado, protegendo a estrutura da edificação.


Esse é um ponto importante, porque a presença de fungos pode causar doenças respiratórias nos frequentadores do local. Portanto, outro benefício da impermeabilização é manter o bem-estar e a segurança de todos os ocupantes.


A questão financeira também é outro fator importante. Ao fazer um planejamento de impermeabilização e colocá-lo em prática por meio de profissionais especializados e de materiais de qualidade, há menores chances de que reparos invasivos e caros sejam necessários.


Por isso é sempre válido investirmos mais tempo e dinheiro em serviços de qualidade do que gastarmos altos valores com substituições e manutenções precoces.


Como a impermeabilização dessas áreas deve ser feita?


No geral, lajes e coberturas são locais que apresentam um alto índice de movimentação estrutural devido às variações recorrentes de temperatura, além de estarem da parte mais alta do edifício.


Dessa forma, no momento em que a impermeabilização de laje for planejada, é imprescindível que essas questões sejam levadas em consideração. Sistemas flexíveis, estruturados com telas de reforço e com detalhes construtivos bem executados sem dúvida irão contribuir para uma impermeabilização eficaz.


Além disso, as demandas das lajes ou das coberturas também devem levadas em conta. Quando há circulação frequente de carros, o tráfego no local é considerado elevado e então será necessário que sejam instaladas camadas específicas de proteção à impermeabilização.


Elas precisarão ter características de amortecimento e resistência à tração, para impedir que o sistema impermeável seja danificado. Quando o tráfego for leve, ou seja, apenas de pedestres, uma camada separadora e uma proteção mecânica podem ser suficientes. O objetivo é proteger a impermeabilização dos impactos e esforços aplicados no piso.


Fonte:mc-bauchemie.com.br

0 visualização0 comentário