Como evitar as principais patologias em uma obra?


Responsável por cerca de 10% do PIB brasileiro, o setor de Construção Civil é essencial para a manutenção da economia, geração de empregos e desenvolvimento do país. No entanto, uma ameaça velada pode afetar bastante todas essas conquistas: as patologias.


Diariamente, incontáveis obras e construções são iniciadas e outras concluídas em todo o Brasil. Tamanha quantidade pode sofrer com vários fatores: qualidade dos materiais, eficiência da equipe de construção, calor extremo ou frio, pancadas de chuva e tantos outros.


Tudo isso contribui para o surgimento do que chamamos de patologias da construção civil. Afinal de contas, como evitá-las e garantir que sua obra não sofra com desgastes estruturais?


É isso que exploramos neste artigo. Confira!


O que são as patologias da construção civil?


A palavra patologia é derivada do grego e significa “estudo da doença”. Normalmente, é utilizada por biólogos e médicos, mas o setor da construção civil também a aproveitou para denominar os estudos acerca de danos nas construções.


Ou seja, as patologias da construção civil são objetos de estudo dos especialistas, que vão em busca das causas delas e também dos defeitos que elas causam à obra.


Há diversos tipos de patologias nas obras, no entanto as mais comuns são:


- Corrosão de estruturas de alvenaria

- Corrosão de estruturas metálicas

- Trincas

- Fissuras

- Rachaduras

- Umidade

- Mofo


Essas patologias costumam causar diversas consequências e prejuízos nas obras, como reformas, interdição da construção ou mesmo apresentar riscos sérios, em casos extremos levando a demolição do mesmo.


Quais os principais fatores causadores das patologias?


Antes de entender como evitar as patologias em sua obra, é importante conhecer quais suas principais causas. Dessa forma, você e sua equipe podem avaliar durante o andamento da construção, garantindo que tudo ocorra no mais alto padrão de qualidade.


Variação de temperatura


Algumas regiões sofrem com altas variações e condições extremas: muito calor, seguido de muita chuva e, às vezes, frio.


Tudo isso pode prejudicar a obra, ocasionando dilatações e contrações do material. Esses movimentos podem diminuir a vida útil do componente e ocasionar fissuras, principalmente em superfícies com argamassas.


Infiltração


A chuva é um baita problema.


Algumas regiões (e estações) costumam ser castigadas pela chuva. Dessa forma, telhados mal instalados e lajes podem sofrer bastante. O caso das lajes é ainda mais grave, pois a exposição excessiva pode tornar o problema da infiltração algo recorrente.


Mas além disso, as infiltrações podem acontecer por outros problemas: canos quebrados ou problemas na rede de distribuição de água podem causar patologias severas à sua construção.


Sobrecarga na estrutura


Sem um bom projeto e planejamento, pode ser que suas patologias sejam causadas por uma má execução da obra. A falta de uma boa estruturação favorece à sobrecarga.


Assim, é comum que em pouco tempo fissuras e trincas apareçam, podendo evoluir para rachaduras e ameaçar toda a obra.


Excesso de umidade


Talvez uma das mais comuns, pois possui incontáveis origens: chuvas, vapores (como do chuveiro), condição do solo e da vegetação ao redor e vazamentos dos mais diversos.


O excesso de umidade prejudica toda construção — do telhado à fundação, podendo ser a causa de você precisar derrubar uma parede ou mesmo recomeçar o projeto do zero.


A umidade infiltra por tudo: alvenaria, madeira, estrutura metálica. Assim, aos poucos, ela corrói os materiais, acabando com sua resistência e logo prejudicando toda construção.


Materiais de baixa qualidade


O serviço pode ser de primeira, mas se os materiais de construção são de baixa qualidade, é possível que sua obra desenvolva patologias sérias, como corrosão de algumas partes e rachaduras.


Erros de execução


Segundo estudos, 51% das patologias na construção civil brasileira são causadas por erros de execução, muitas vezes devido a não capacitação profissional da mão de obra e fiscalização ineficiente dos profissionais responsáveis.


Como evitar as patologias causadas pela umidade?


No caso das patologias relacionadas à umidade, é bom ficar atento em cada detalhe.


Nas lajes, procure realizar uma impermeabilização periódica, o que vai evitar também as infiltrações.


Nos banheiros, busque projetar pontos de saída para os vapores dos chuveiros, como janelas próximas do box.


No caso do solo, buscar uma resolução pode ser mais difícil e caro, no entanto, há alguns caminhos. Por exemplo, antes de construir a fundação, procure isolar a área aplicando uma manta impermeabilizada ao redor. Isso pode evitar que a maior parte da umidade atinja sua obra por um bom tempo.


Para a rede hidráulica e de distribuição de água, o básico: garanta canos, mangueiras e conexões de qualidade. E não se esqueça de realizar revisões periódicas em todo sistema.


Como evitar as patologias causadas por erro de execução?


Dentro da realização de uma obra temos inúmeros serviços a serem executados e dominarmos tecnicamente o método utilizado é essencial. Para uma execução correta, é essencial ter os passos bem definidos. O aplicativo da Construa mostra o passo a passo de todas as etapas de uma obra em forma de checklist, ajudando quem está executando a não esquecer de nenhum detalhe importante para uma execução correta.


Viu só como tratar de algumas patologias que podem acontecer na obra? Agora, é hora de seguir as dicas e evitar que sua construção seja prejudicada!


Fonte: www.construa.app